//Destaques

Ver mapa

Processo de dessalinização da água

UNIDADE MINERADORA CERRO LINDO

Durante o ano 2016 a UM Cerro Lindo continuou com as atividades e gestão das autorizações necessárias para incrementar sua capacidade de tratamento em curto prazo e priorizou a gestão sistemática da segurança e saúde ocupacional, meio ambiente, qualidade, confiabilidade e produtividade, procurando ter um desempenho de categoria mundial. Graças a isto, foi incrementada a eficiência em diversas etapas do processo produtivo, o que representou um maior mineral tratado e menores custos de produção.

UNIDADE MINERADORA ATACOCHA

Durante o ano 2016, foram concluídas a segunda e terceira etapas da integração operacional das UM El Porvenir e UM Atacocha. O sistema de disposição de rejeitos iniciou operações sem inconvenientes, tendo transladado 209.337 m3 de rejeito desde a UM Atacocha até a barragemdaUM El Porvenir.

UNIDADE MINERADORA EL PORVENIR

Durante o ano 2016, foram concluídas a segunda e terceira etapas da integração operacional das UM El Porvenir e UM Atacocha. O sistema de disposição de rejeitos iniciou operações sem inconvenientes, tendo transladado 209.337 m3 de rejeitos desde a UM Atacocha até a barragem daUM El Porvenir.

PROJETO MAGISTRAL

Em 2016, a MILPO focou seus esforços na aprovação do estudo de factibilidade do Projeto Magistral pela Proinversión, a qual foi obtida no mês de abril. Além disso, conseguiu-se a aprovação do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) do mesmo projeto, recebido em setembro.

Maior informação Panfleto de Projeto Magistral.

PROJETO PUKAQAQA

Com relação ao Projeto Pukaqaqa, conseguiu-se desenvolver um estudo conceitual para minimizar sua pegada ambiental, procurando situar seus componentes em uma só comunidade, o que também se somou à aprovação do EIA do projeto recebida no ano 2015.

Maior informação Panfleto de Projeto Pukaqaqa.

PROJETO ARIPUANÁ

O foco dos projetos polimetálicos foi colocado nos estudos de engenharia do Projeto Aripuaná, assim como na elaboração do EIA detalhado dos projetos Shalipayco e El Padrino, com o objetivo de obter as permissões para continuar desenvolvendo os projetos e incrementar a qualidade dos recursos ao passar às seguintes etapas de desenvolvimento.

PROJETO SHALIPAYCO

No dia 6 de maio de 2016, a MILPO consolidou 75% de participação no Projeto Shalipayco. Além disso, no ano, foram obtidos os resultados do estudo de pré-factibilidade para uma operação subterrânea a 3.000 toneladas por dia, com um método de mineração de câmaras e pilares e que não considera a construção de uma planta concentradora nem depósitos de rejeitos, planejando realizar o tratamento do mineral em uma planta próxima, o que implica um impacto social e ambiental mínimos. O tratamento na citada planta produziria concentrados de zinco e chumbo.

Maior informação Panfleto de Projeto Shalipayco.

PROJETO HILARIÓN - EL PADRINO

As campanhas mais intensivas de exploração mineral foram realizadas entre os anos 2005 e 2013. Em 2016, não se realizou perfuração diamantada exploratória; somente foram executadas quatro sondagens hidrogeológicas e geotécnicas para sustentar a engenharia das áreas de desmonte para o EIA.

Maior informação Panfleto de Projeto Hilarión - El Padrino.

PROJETO BONGARÁ

Em 2016, a MILPO manteve o direito de adquirir 70% de participação neste projeto. Até 2013, foram feitas 487 penetrações, com 117.380 metros de sondagens diamantadas exploratórias e 2.423 metros de sondagens para estudos geomecânicos, geotécnicos e hidrogeológicos. Além disso, houve a consolidação da propriedade mineradora (19.101 hectares) e foram realizados monitoramentos ambientais periódicos e trabalhos de relações comunitárias.

Maior informação Panfleto de Projeto Bongará.

Maior informação no Relatório Anual 2016: